23/12/2015

A batalha invencível com as baterias

Como já me havia sido dito aquando do check-up na Toyota, a bateria do Corolla já apresentava sinais de não estar nas melhores condições. Em altura de festas e antes que ficasse apeado, optei por efectuar a substituição.
Também já era notória uma diminuição da iluminação (exterior e interior) quando virava o volante sem estar a circular e quando accionava os vidros eléctricos, situações essas que ainda se mantêm, apesar de menos notórias, o que pode indiciar alguma falha ao nível do alternador, algo que terá que ser verificado na próxima revisão.
A bateria resistiu durante quase cinco anos ao serviço diário desde a aquisição do Corolla e percorreu, desde então, 85 mil quilómetros. A nova, uma Tudor de 62A custou 67€ e foi colocada aos 191166km.

Enviar um comentário